Reprodutores RIMA – Nível de Libertadores

Pode ser redundante ressaltar a importância dos eventos da Rima Agropecuária para a pecuária seletiva, já que nos últimos anos o que a Rima soube fazer de melhor foi abrir as porteiras para promover remates, shoppings e dias de campo como ninguém. O que não poderia ser diferente com o leilão anual de reprodutores que o grupo realiza anualmente e disponibiliza ao mercado animais de extrema qualidade que são escolhidos por rígidos critérios e avaliações para atingirem a produtividade.

Se no Rima Weekend é possível ver animais de alto padrão que os sofisticados plantéis de elite buscam, no Leilão Reprodutores Rima 2017 dará ao pecuarista a chance de adquirir touros de precocidade e qualidade incomparáveis para enriquecer o plantel de cria, recria e engorda ou fazer de um dos animais escolhidos um reprodutor de carreira.

Podemos classificar os reprodutores da Rima como um time apto a ganhar uma Libertadores da América, um dos campeonatos mais desafiadores do futebol mundial. Se a Champions League é sinônimo de classe e categoria, a Libertadores é reflexo de muita técnica, raça e rusticidade para vencer os adversários em localidades que exigem o máximo de preparo físico.

O que a Champions oferece de glamour futebolístico, a competição sul-americana compensa com emoção e atitude que se resumem no chamado “espírito Libertadores”. Nem sempre o time mais galáctico e caro será capaz de sair campeão. Mas é o grupo mais adaptado e flexível a encarar difíceis desafios ao longo do torneio que leva o título.

Os animais produzidos pela Rima em Buritizeiro, interior de Minas Gerais, estão preparados para qualquer clima e ambiente das diversas regiões do Brasil. As baterias do leilão irão oferecer machos prontos para quaisquer finalidades que o futuro proprietário deseja impor em seu rebanho nessa estação, independente do preço e com a confiança de toda a tradição que a Rima tem em cada animal que coloca no mercado.

E assim como em toda temporada existe aquele jogador que se destaca como promessa, no plantel da Rima também tem uma futura estrela que deve se tornar em breve um dos melhores reprodutores do nelore. Filho do Grande Campeão e raçador Kayak TE Mafra em vaca Rambo, Rima FIV Morfeu 1 é a consagração de Kayak como reprodutor e a grande aposta da Rima Agropecuária para ser o seu sucessor no rebanho de avaliação.

Já ostentando prêmios em seu currículo, o jovem animal terá 50% de seu passe disponibilizado durante o remate Reprodutores Rima 2017.

Para conferir outros destaques do leilão que acontece dia 13 de agosto basta acessar o site da Programa Leilões.

O Leilão Reprodutores Rima 2017 terá pagamento facilitado para baterias completas e frete free para todo o Brasil. Proporcionar a cada ano uma gama de reprodutores de alta qualidade e na quantidade que a Rima Agropecuária consegue é tão desafiador quanto conquistar a Libertadores. Mas ao contrário de alguns times, fica claro que a Rima consegue alcançar seus objetivos e superar suas metas todos os anos que se propõe a fazer um trabalho diferente no melhoramento genético. A prova de que todo esforço vale a pena será vista no próximo domingo.

Sampa em dose dupla

Na noite de sexta-feira (04), uma linda novilha soube conquistar a atenção de todos que acompanhavam o 1º Leilão Excelência Lince & Canaã promovido em Dourado (SP), no Santa Clara Eco Resorts. A bela da vez é uma promessa que desde cedo já mostra todo seu potencial de pista e se coloca como uma futura grande doadora: SAMPA FIV Imp. do LG.

SAMPA FIV, DESTAQUE DO LEILÃO LINCE & CANAÃ

Descendente da renomada Libra da CB, uma das mais importantes matriarcas do nelore, Sampa é neta do touro Bvlgari TE da Sabiá por parte de mãe e filha do reprodutor Bitelo SS, raçador que possui o maior número de títulos do ranking nacional do nelore. A novilha completou seu primeiro ano em 07 de julho e já enaltece uma estrutura diferenciada e exuberante, comprovada a cada dia pelos resultados conquistados nas pistas por onde tem passado.​

Ela foi 1º prêmio em todas as importantes exposições que participou, como na Expozebu 2017 e na Exposição Agropecuária de Goiás. No mês do seu aniversário, foi 1º prêmio novilha menor e terceira no campeonato na 59ª Exposição Agropecuária de Rio Verde 2017 com o time da Nelore Paranã. Sampa FIV impressiona por onde passa ao demonstrar seu premiado presente e seu futuro promissor nas pistas do Brasil.

Foi uma oportunidade única para quem buscou no catálogo do remate Lince & Canaã um animal que unisse genética provada e pista pesada em um só perfil. Completa e cheia de títulos, Sampa não poderia ter ido para compradores melhores. Na ocasião, quem a levou pra casa foram os criatórios AF Agropecuária, HRO e Fazenda Valônia.

A compra não seria tão significativa e simbólica se não fosse o fato destes três sócios serem os responsáveis pelo grande evento que levará o nome dela coincidentemente. O primeiro Leilão Sampa acontecerá no dia 14 de setembro na Sociedade Hípica Paulista, um local de tantas provas equestres dará espaço para a maior raça bovina do Brasil em uma noite que promete encantar a família nelorista que estiver na capital de São Paulo.

Imagem: Start Rural

Haras Mozer: De paixão adolescente para a vida toda

(Foto: @juliooliveirafotografo)

Poucas raças desse universo rural unem tantas pessoas e criam amizades como o Mangalarga Marchador. Foi graças ao melhor cavalo de sela do Brasil que conheci Clarice Mozer, uma jovem muito apaixonada pela raça que está à frente do Haras Mozer, o criatório que começou os trabalhos no ano de 2012, quando Clarice fez 15 anos e ganhou sua primeira égua: Sabrina de Três Corações. A égua chegou com a prenhez de um dos maiores reprodutores no Mangalarga Marchador, Fator da Cavarú-Retã. Deste cruzamento nasceu uma linda fêmea, a primeira a receber o sufixo do haras: Amora Mozer.

Logo depois veio a fêmea Atriz Mozer, filha do Bi Grande Campeão Nacional da raça Épico Capim Fino, que tem dado muitas alegrias nas pistas para o haras que começou a conquistar seu espaço. Clarice conta que daí por diante começou a se dedicar cada vez mais à raça: “Com o passar do tempo, meu interesse pela raça foi crescendo cada vez mais, busquei por conhecimento, fiz diversos cursos, “mergulhei” no universo do Mangalarga Marchador e fui me apaixonando. Fizemos muitos investimentos, em matrizes, coberturas e em embriões, o que resultou na tropa que temos hoje”, declarou a criadora.

Perguntei a ela o que mais a encanta na raça equina que mais cresce no Brasil. “As qualidades da raça me encantaram, a beleza aliada a rusticidade, o temperamento e, o que mais chamou minha atenção foi a comodidade e a índole dos animais. O marchador é o cavalo da família, do trabalho e do lazer. É uma raça incrível, que temos orgulho de criar”, conta Clarice.

O Haras Mozer esteve presente na Expo Nacional do Mangalarga Marchador, a maior exposição das Américas que reúne animais da mesma raça. Foram 1.700 animais inscritos, uma estrutura fantástica e os cavalos marchando como nunca. Clarice descreveu da importância que foi participar dessa exposição. “Nós participamos da Nacional como expositores, desde 2013 e podemos dizer que a cada ano que passa, a ABCCMM vem se superando e mostrando a todos a potência que é o Mangalarga Marchador. Tenho certeza que não só para o Haras Mozer, mas para todos que vivenciam este meio, a Nacional é o objetivo maior, é a consagração de um trabalho árduo e feito com muito amor, subir a tão sonhada rampa da Gameleira.”, disse ela sobre esse privilégio que poucos conseguem desfrutar.

Em meio a esse assunto, ela conta da importância que o setor tem para o atual cenário que o país enfrenta: “Um evento dessa grandiosidade, mostra que mesmo em meio à crise no Brasil, o setor da agropecuária não para e, tem superado inúmeras barreiras, vem só crescendo no país, gerando muitos empregos, movimentando a economia de maneira positiva”, afirmou a jovem que mostra ter uma visão de extrema relevância ao agronegócio.

Claro que não pude deixar de saber mais sobre os animais que compõem o plantel do Haras Mozer que esbanja muita qualidade graças a um planejamento que a equipe faz com muita seriedade, sempre priorizando o andamento marchado, aliado à beleza e a genética. Clarice destacou o raçador que tem sido importantes para a construção do criatório.

“Um  animal que foi importante para a formação da nossa tropa, que é o Amuleto de Três Corações, garanhão que apostamos e utilizamos como base e, hoje estamos colhendo os frutos  dessa aposta certeira.” Outros animais que se destacam no haras de importância são Joia da Nova Tradição e Varsóvia de Três Corações, duas ótimas grandes doadoras. Clarice também se lembra de animais que levam a marca Mozer e prometem agregar muito para o plantel. “Não poderia esquecer de mencionar alguns animais do sufixo Mozer como Baronesa, Baião e Comendador, pois tenho orgulho em poder dizer que eles são de nossa criação”, afirma Clarice.

O Haras Mozer realizou em julho a primeira edição do seu leilão online de elite com muito êxito. De acordo com a bela Clarice, em breve o haras pretende fazer outros eventos que possam contribuir de maneira significativa para a raça. E entrando nesse assunto não pude deixar de perguntar a ela que já tem experiência na área do que é preciso para entrar para a raça e se tornar um criador do Marchador. “Uma dica que eu gostaria de dar para quem quer começar a criar, antes de mais nada é  necessário ter conhecimento sobre a raça e, colocar um objetivo, se perguntem, “qual tipo de animal eu quero ter em casa?”, “quero fazer pista? Ou somente criar?”, explica Clarice.

Para ela, após encontrar as respostas para essas perguntas é preciso também ter um local apropriado para desenvolver a criação, procurar formar pastagens, uma estrutura que seja simples, porém funcional, ter uma mão de obra boa e de confiança, que é fundamental. Clarice conta que antes de comprar animais, é muito importante visitar vários criatórios e nunca se esquecer de que o criador tem que montar para conhecer bem o animal: “Só conhecemos um cavalo de verdade depois que montamos. Não vou mentir, é muito difícil sim, mas como eu sempre digo, se tem amor, torna tudo mais fácil e prazeroso, e no final das contas  é muito gratificante ver o resultado de um trabalho feito com dedicação”, conclui a criadora.

(Foto: @juliooliveirafotografo)

Uma das coisas que mais me chamaram atenção em Clarice foi sua a relação com o cavalo, tornando-os únicos e especiais. Com tantos investidores que a raça atrai, são poucos que realmente tem o brilho nos olhos e se dedicam inteiramente à criação. Clarice contou um pouco sobre isso e resumiu o seu sentimento pelo Marchador: “Em poucas palavras, amor, paz e felicidade são os sentimentos que os cavalos despertam em mim. Eu durmo pensando em cavalo, sonho com cavalo, acordo pensando em cavalo. E todas às vezes que chego no haras e vejo que eles estão ali, todas às vezes que com apenas um olhar eles conseguem arrancar de mim um sorriso sincero só me faz ter ainda mais certeza que é isso que quero fazer pelo resto da vida”, declarou ela.

A jovem também abriu o coração e falou do quanto é grata por tudo que já conquistou ao longo desses anos na raça. “Tenho que agradecer a Deus, por estar sempre nos abençoando, agradecer ao meu pai, Wilson Mozer, que é o grande responsável pelo sucesso do haras. Tenho que agradecer também três pessoas que são muito importantes pra mim, que é minha mãe, Marinete, meu namorado, Matheus e minha irmã, Maria Luíza, por me apoiarem tanto e serem tão compressivos. E não poderia me esquecer de agradecer a equipe Mozer, aos sócios e parceiros, que tem contribuído muito com crescimento do haras!” encerrou Clarice.

Particularmente, vendo a dedicação e o amor que envolve o trabalho do Haras Mozer, ainda o assistiremos conquistar muitos campeonatos que ajudará a engrandecer sua própria história dentro do Mangalarga Marchador. Além de contribuir para a genética seletiva da raça, construir um plantel de qualidade com a paixão que começou na adolescência e que permanecerá pelo resto da vida parece ser o trunfo do sucesso da família Mozer.

O nelore na ilha da magia

(Foto: StartRural)

Em um pacato domingo de julho a Nelore Carthago e a CRL Agropecuária deram início a promoção de um grande leilão que encerrará o calendário da raça nelore em 2017. O remate “Nelore Al Mare” deve reunir na capital da vela neloristas de todo o Brasil que irão ter a chance de terminar a temporada de leilões com ótimas aquisições para seus plantéis.

O evento acontecerá no dia 09 de dezembro em Ilhabela e contará com convidados especiais que ofertarão o melhor da genética na atualidade. Pela qualidade dos eventos que a Carthago já promoveu a expectativa para esse leilão em especial é das melhores possíveis por estar junto com a CRL. O nelore que chegou ao Brasil via mar, agora voltará a ser celebrado além mar na ilha da magia situada no litoral do norte paulista.

 

Vivic FIV Monte Verde – Tão clássica quanto “In the End”

Depois de declarar Thamara FIV Integral como a camisa 9 e Taiga FIV Monte Verde como a camisa 10 na seleção da pecuária, decidi completar o ataque nelorista com uma camisa que tem se tornado cada vez mais rara no atual cenário do futebol em termos de expressiva qualidade: a camisa 11. Pelo menos na raça nelore já encontramos a provável merecedora dessa camisa, que não poderia ser menos que Vivic FIV Monte Verde.

Antes de falar dela é preciso entender o significado da camisa onze no futebol – ou o significado que os entendedores desse esporte escolheram para esta particular numeração que se eternizou em craques como Paulo Cézar Caju, Garrincha, Romário, Zinho e atualmente Neymar. O colombiano James Rodríguez deu adeus ao Real Madrid e também utilizará a numeração em sua nova equipe, o Bayern de Munique.

Ao camisa 11 no ataque de um time cabe a tarefa de ser destemido, talentoso, efetivo em suas atitudes e produzir a alegria antes da vibração, o prazer antes do êxtase e o grito de gol antes mesmo do narrador. Para isso tem que estar com o físico mais do que preparado para se livrar dos agressivos defensores.

Vivic é simplesmente o animal mais promissor que a Fazenda Monte Verde apresenta para as pistas hoje e que tem todas as características de um camisa onze em campo. Filha de Obirah TE Monte Verde com o famoso Alarme Edto, alia toda sua beleza racial a uma estrutura forte muito bem desenvolvida, tendo uma genética consistente que vem de berço não só por carregar a marca Monte Verde, mas por ser a quarta geração da emblemática Típica da Barros Correia.

Vivic FIV Monte Verde durante o Noite dos Campeões 2017 (Foto: @leiloblog)

Desde o ano passado Vivic vem acumulando títulos como bezerra em importantes pistas de Uberaba, Barretos e Brasília. Realidade de vitórias que não mudou em 2017, ao conquistar recentemente dois grandes campeonatos na Expoinel Rio e em Conceição de Macabu. A jovem também foi destaque do 33º Leilão Noite dos Campeões na Expozebu neste ano quando teve 50% de seu passe arrematado por R$ 480 mil.

E por curiosidade, foi na edição anterior desse mesmo leilão que Taiga também foi vendida. Por coincidência, ambas nasceram no mês de dezembro com cerca de dois anos de diferença. Que ótima dupla de ataque, vamos combinar…

Há dias eu tinha em mente o que eu gostaria de escrever sobre a Vivic, mas me faltava um título para o texto. Por acaso ele veio hoje, horas depois da notícia de que minha banda favorita havia perdido o seu vocalista de forma dramática. Umas das músicas que mais ouvi em reply automático nesses meus 23 anos foi justamente “In the end”.

O clássico do Linkin Park que resumidamente transmite uma mensagem de que durante nossa longa caminhada o final não importa, pois os perrengues sempre valerão a pena. A carreira de Vivic em pistas e brevemente como doadora ainda tem muitos obstáculos a serem vencidos, mas o final é mero detalhe. Ela provará que tudo valerá a pena. #VaiVivic

O sucesso do Nelore Paranã

Foi difícil iniciar esse texto, então começarei pela primeira vez em que vi o Nelore Paranã atuando na raça nelore. Não poderia ser em outra ocasião que não fosse o Rima Weekend, maior evento da pecuária brasileira. Foi na venda da famosa Hariana, ofertada em 2015 por uma quantia que a fez recordista do remate que me deparei com o nome desse criatório goiano localizado em Iaciara, no nordeste de Goiás.

O tempo passou e esse projeto de seleção se concretizou como um trabalho sólido tornando-se um dos melhores do Brasil em poucos anos. O reflexo disso foi visto por quem passou pela Expo Rio Verde 2017, mas daqui a pouco falamos dela. Antes é indispensável dizer que um projeto tão recente já foi capaz de promover dois dos maiores leilões de prenhezes da atualidade.

Por conta de seus certeiros investimentos, o Nelore Paranã conseguiu um seleto grupo de doadoras que em abril de 2016 e 2017 protagonizaram o leilão Top Embryo Paranã, que reuniu as matrizes mais requisitadas da pecuária nacional moderna. Muitas delas pertencentes ao time vermelho e branco do Paranã como Beluga, ESPN Javanesa, Ametista, Briza XII, Viena 3 TE, Hariana e entre outras.

O time de pista da Paranã é tão galático quanto do Real Madrid, mas por ironia foi lá que nasceu Barcelona FIV Paranã, fêmea destaque do leilão Noite do Nelore Nacional na Expozebu 2017. E foi esse time pesadíssimo que chamou a atenção e brilhou com folga na Expo Rio Verde deste ano ao fazer o Grande e Reservado Campeão com dois touros e conquistar o Grande Campeonato com a craque Thamara FIV Integral em parceria com Nelore Gibertoni, CRL Agropecuária e Nelore Carthago.

Helena FIV Carthago durante a Expo Rio Verde. Estava dormindo e se levantou para mostrar que é fotogênica.

Por esses e outros prêmios como o terceiro prêmio de fêmea jovem da Helena FIV Carthago, por quem sou muito apaixonada, a Paranã foi eleita melhor criadora e expositora da Expo Rio Verde. Não era para ser diferente vindo de quem já fez o Grande Campeonato Nacional em 2015 com a ESPN Javanesa. As conquistas do projeto Nelore Paranã representam o auge de um trabalho com mais de 30 anos de dedicação do criador Aguinaldo Ramos, que tem o plantel mais generoso de talentos da raça nelore na atualidade.

A paixão pelo nelore foi passada de geração para geração e a dedicação da família Ramos se reflete no sucesso do Paranã que já é mais do que uma referência na criação de nelore. Em um estado como Goiás, cheio de bons criatórios, a Paranã enaltece excelência por onde passa conquistando títulos e reconhecimento pelo excelente plantel.

E não sei vocês, mas já ouviram a música “Radinho do seu Zé” da cantora Naiara Azevedo? Sempre que ouço me lembro de um vídeo promocional que mostrava o momento exato em que Zé Mineiro, fundador do grupo JBS, estava ouvindo o pronunciamento do presidente JK quando convocava os goianos para irem até Brasília ajudarem a construir a nova capital federal. Já pensou se o “seu Zé” não tivesse ouvindo o rádio naquele momento em sua antiga casa de carne e não tivesse atravessado a cidade para ir à Brasília?

Talvez o Brasil não teria se tornado uma potência em produção de proteína animal e provavelmente também não estaríamos aqui falando sobre a seleção Paranã, pois ele também pertence a família que faz esse projeto ser realidade. Vai saber, né. Ainda bem que ele foi…

A impressão que o Nelore Paranã deixa é de que continuará voando alto e realizando outros grandes feitos na pecuária como vem fazendo desde seu início. Assim como acontece no Real Madrid, o plantel é reforçado a cada oportunidade e os problemas sempre conseguem ser superados fazendo com que o time Paranã continue trilhando o caminho da vitória. Que a sorte esteja com vocês e se não for pedir muito, mande uma arroba de abraços para a Helena! (:

Para conferir na Nacional do Marchador

A 36ª edição do maior evento da raça Marchador já está rolando e acontecerá até o dia 29 de julho de 2017, no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte. Com o tema “Mangalarga Marchador o cavalo do trabalho e do lazer”, a Nacional deste ano traz novidades e atrações para toda a família curtir.

O cavalo de sela mais querido do Brasil obedece aos padrões internacionais e pode ser usado para cavalgadas, lida no campo, passeios e competições de marcha. No esporte, o Marchador é utilizado em enduros equestres, provas de maneabilidade, baliza e tambores. Usado também na Equoterapia por sua docilidade, a raça comprova suas qualidades nas diversas atividades que é exigida e na paixão que exerce junto a todos que convivem com o Mangalarga Marchador.

A Exposição Nacional do Mangalarga Marchador é o maior evento de equinos da América Latina que encerra o calendário da raça. É um evento em que proporciona a oportunidade de encontrar todos os amigos juntamente com suas famílias, provenientes de diversas regiões do Brasil que tem a estreia relação com o Marchador. Além dos campeonatos e das opções de lazer que a Nacional oferece, no dia 27 a dupla Cézar Menotti e Fabiano fará um show especial para os amantes da raça.

Um dos criatórios que sempre se destaca na principal exposição da raça é o Haras El Far, que levará vários de seus consagrados campeões reunindo uma tropa excepcional para concorrer aos julgamentos. A novidade esse ano é que o Haras El Far, juntamente com o Haras Cristal, estão com um stand muito badalado onde acontecerá o lançamento oficial do Leilão Haras El Far e Cristal.

O remate que acontecerá nos dias 15 e 16 de setembro no espaço Mix Garden, em Belo Horizonte promete ser um dos maiores leilões da raça Mangalarga Marchador do ano está sendo preparado com muita dedicação e já criando uma grande expectativa entre os criadores.

Para festejar a 36ª Exposição Nacional do MM, a ABCCMM, em parceria com a Cervejaria Krug Beer, traz novamente a “Mangalager Marchador”, cerveja criada no ano passado para comemorar as 35 edições do maior evento de equinos da América Latina. Do tipo lager, fermentada e armazenada a baixas temperaturas, ela foi elaborada criteriosamente para agradar ao público da exposição e brindar em grande estilo a festa dos apaixonados pela raça.

Cerveja oficial do Mangalarga Marchador (Foto/Reprodução)

A bebida foi produzida a partir de ingredientes importados e selecionados. Essa ação da Associação do Marchador fez um grande sucesso na Nacional anterior e só é vendida durante a 36ª Nacional em garrafas de 500 ml. Para conferir o sabor inigualável da bebida oficial do Marchador é só colar no Parque Gameleira até o dia 29 de julho.